Filmes

Filme de Domingo: Quase Deuses

Título Original: Something the Lord Made

Lançamento: 2004

Diretor:  Joseph Sargent

Gênero: Drama/Fatos Reais

Sinopse: Quase Deuses conta a história verdadeira e emocionante de dois homens que desafiaram as regras em sua época para iniciar uma revolução médica. Na Baltimore dos anos 40, o Dr. Alfred Blalock e o técnico de laboratório Vivien Thomas realizam cirurgias cardíacas usando uma técnica sem precedentes, atuando como equipe de uma maneira impressionante. Mas ao mesmo tempo em que travam uma corrida contra o tempo para salvarem a vida de um bebê, ambos ocupam diferentes condições sociais na cidade. Blalock é o saudável homem branco que comanda o Departamento Cirúrgico do Hospital Johns Hopkins; Thomas é negro e pobre, um habilidoso carpinteiro. Quando Blalock e Thomas desbravam um novo campo da medicina, salvando milhares de vidas graças ao processo, as pressões sociais ameaçam minar sua parceria e por um fim à amizade que nasceu entre eles.

Trailer: *Trailer com baixa qualidade* (foi o único que achei)

Opinião do Bananas: Não sei por que demorei tanto pra falar desse filme aqui no Blog, tendo em vista que é um dos meus filmes favoritos.

Um filme de impacto que mostra bem como a segregação racial age e ainda interfere no desenvolvimento e descobertas de grande benefício pra sociedade. A escolha do elenco foi excelente entregando uma atuação emocionante.

Encontrei uma reportagem sobre Vivien Thomas e seu legado, que mostra um pouco de tudo o que foi preservado no Hospital e Instituto de Pesquisa Johns Hopkins e também o Vivien T. Thomas Medical Arts Academy que é uma escola preparatória profissional na área da saúde com foco em diversidade e inclusão.

05 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Millennium: A Garota na Teia de Aranha

Título Original: The girl in the Spider’s web

Lançamento: 2018

Diretor:  Fede Alvarez

Gênero: Drama/Ação

Sinopse: Contratada para recuperar um programa poderosíssimo, a hacker Lisbeth Salander se vê envolvida em uma rede de mentiras inesperadamente familiar.

Trailer:

Opinião do Bananas: Baseado em livros do Jornalista Stieg Larsson, a trilogia Millenium tem uma história triste. Pouco antes dos livros serem publicados Larsson faleceu vítima de um ataque cardíaco, com isso outro escritor por nome de David Lagercrantz deu continuidade ao legado de Larsson escrevendo mais 3 livros.

A garota na teia de aranha é baseado no quarto livro homônimo, os três primeiros livros também possuem filmes sendo que o primeiro tem duas versões um de 2009 e outro de 2011.

Claire Foy sempre impecável interpretando uma versão punk de um Robin Hood do mundo cibernético, filme cheio de ação e momentos de tensão bem pensados.

Assistindo o filme acendeu o interesse nos livros mas preciso assistir os outros para entender melhor a trama.

04 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Náufrago

Título Original: Cast Away

Lançamento: 2001

Diretor:  Robert Zemeckis

Gênero: Drama

Sinopse: A vida de Chuck Noland, um executivo hiperativo da empresa de correios FedEx, muda abruptamente quando sua areonave cai numa ilha deserta na véspera de Natal.

Trailer:

Opinião do Bananas: Filme com indicação ao Oscar, e vencedor de diversas outras premiações incluindo Globo de Ouro. Considerado um clássico do cinema o Náufrago trás uma história fictícia (Sim, fictícia. Muitas pessoas ainda acham que Náufrago é baseado em fatos reais) de resiliência e esperança e mostra muito bem o peso emocional que o personagem sofre, dando certa agonia em quem assiste por ver a solidão e o desespero do personagem.

A representação de uma mudança brusca na própria vivência e o desapego de emoções e coisas materiais como algo quase espiritual que leva a aquele que assiste a uma auto reflexão nos fazendo pensar no que realmente importa. É um filme muito bom, inteligente e reflexivo.

05 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Harry Potter De Volta à Hogwarts

Título Original: Harry Potter Back to Hogwarts

Lançamento: 2022

Diretor: Casey Patterson, Eran Creevy, Joe Pearlman, Giorgio Testi.

Gênero: Documentário

Sinopse: Daniel Radcliffe, Rupert Grint e Emma Watson se juntam ao cineasta Chris Columbus e a outros estimados membros do elenco dos oito filmes de Harry Potter em uma viagem de volta a Hogwarts para celebrar o aniversário do primeiro filme da franquia, Harry Potter e a Pedra Filosofal, que estreou há 20 anos. A comemoração de 20 anos de Harry Potter: De Volta a Hogwarts contará uma história adorável de making-of por meio de novas entrevistas e bate-papos com o elenco, convidando os fãs a embarcar em uma jornada mágica em primeira pessoa por uma das franquias mais amadas de todos os tempos.

Trailer:

Opinião do Bananas: Maravilhoso voltar nesse universo observando o por trás das câmeras depois de tanto tempo, e a visão dos atores em como alterou o curso da vida de cada um. Em formato de documentário, com entrevistas e comentários, com cenas dos filmes, e detalhes sobre as gravações De Volta à Hogwarts agrada muito bem aos fãs.

05 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: O Apostador

Título Original: The Gambler

Lançamento: 2014

Diretor: Rupert Wyatt

Gênero: Drama

Sinopse: O professor de literatura Jim Bennett leva uma vida secreta como jogador de grandes apostas. Ele sempre se arrisca e pede dinheiro emprestado para um gângster, oferecendo sua própria vida como garantia. À medida que seu relacionamento com uma estudante se consolida, seu vício irrefreável o coloca em uma situação de vida ou morte.

Trailer:

Opinião do Bananas: Esse filme me deixou dividida ora gostava ora odiava, mas no veredito final é um filme muito bom.

O personagem principal, professor de Universidade, escritor e em uma constante e destrutiva crise existencial, beirando o suicídio. Um crise que foi instalada na sua mente por pressão familiar de seguir um caminho que não era seu, criando assim, um pensamento frequente de que só vale a pena viver (ou tomar espaço no mundo) se você for alguém excepcional, fazendo com que este busque sempre isso para si. Busca esta que esteve sempre em um caminho errado desde o inicio abandonando que verdadeiramente é.

04 bananinhas
Filmes · Seriados

Maratonando: Sex and The City (Série, Filmes e Livros)

Sex and The City fez fama como um seriado baseado nos livros da jornalista Candace Bushnell lançado em 1998 com 6 temporadas, mas tudo iniciou-se com os livros, então falaremos deles.

O livro origem de toda a história é Sex and The City (BR: O Sexo e a Cidade) lançado em 1996 que é um compilado de histórias que Candace escrevia em forma de coluna para o jornal onde trabalhava, tal qual como sua personagem Carrie. Desse livro surgiu o seriado com 6 temporadas e 2 filmes e devido ao sucesso da franquia Bushnell escreveu em 2010 Os Diários de Carrie e em 2011 a sequencia Verão na Cidade que contam sobre a vida da personagem Carrie antes de Nova York ainda quando garota e tudo o que levou a mesma a ser a tão famosa colunista do sexo e estes também geraram uma série de 2 temporadas.

Candace Bushnell se tornou uma escritora do gênero Chick Lit (Romances de Ficção Feminina), escrevendo mais de 8 livros. Candace criou ainda o livro e série: Selva de Batom ( Lipstick Jungle), a série com duas temporadas estrelando Brooke Shields e Kim Raver (a Teddy de Grey’s Anatomy).

Sex and the City gerou ainda mas recentemente o seriado And Just Like That com 1 temporada lançado em 2021 (que ainda não assisti).

Título Original: Sex and The City

Status: Encerrada

Gênero: Romance/Drama

Criador:  Darren Star

Temporadas: 6

Lançamento: 1992

Sinopse: Carrie Bradshaw, uma escritora nova iorquina encontra inspiração para sua coluna nas façanhas genuínas, emocionais e muitas vezes bem-humoradas de seus amigos e amantes.

Trailer:

Sex And The City – O Filme

Lançamento: 2008

Duração: 2 horas e 20 minutos aprox.

Diretor:  Michael Patrick King

Sinopse: Depois de tantos anos Carrie está finalmente se casando com Mr. Big. Mas suas três melhores amigas devem consolá-la depois que uma delas inadvertidamente leva Mr. Big a abandoná-la.

Trailer:

Sex And The City 2

Lançamento: 2010

Duração: 2 horas e 20 minutos aprox.

Diretor:  Michael Patrick King

Sinopse: Diversão, moda e amizade continuam definindo as vidas de Carrie, Samantha, Charlotte e Miranda. As amigas passam férias em Abu Dhabi, onde terão muitas surpresas, especialmente Carrie, que, inesperadamente, encontrará Aidan.

Trailer:

Opinião do Bananas: Com relação a série e os 2 filmes: Foi bem divertido maratonar tudo, mas tenho opiniões mistas. Do Elenco, gostei bastante de Sarah Jessica Parker como Carrie esta fez um ótimo trabalho incorporando todas as mudanças (mesmo que poucas) da personagem, Kim Cattrall foi maravilhosa como Samantha, sei que ela e a Sarah Jessica tiveram seus problemas devido a alegações de que Kim estava pedindo reajuste exorbitante de salário e que a mesma provocava abusos psicológicos na equipe de produção mas isso foi desbancado pela própria atriz que afirmou que sua única exigência era não participar de uma nova sequência de sex and the city (havia rumores que teria um terceiro filme mas que foi cancelado) que estava sendo estimulada com fervor por Sarah Jessica Parker. Kim Afirmou ainda que jamais exigiu reajuste salarial ou que tenha feito qualquer outra exigência. A partir desse momento ficou bem conhecido a troca de farpas entre as atrizes.

Em 2018 o irmão da atriz Kim Cattrall faleceu e Sarah Jessica publicou uma mensagem de condolências que foi bruscamente recusada por Cattrall que em uma publicação no Instagram responder que até sua Mãe questionava quando é que a hipócrita da Sarah Jessica Parker a deixaria em paz, levantando a questão a todos do que realmente tinha acontecido entre as duas, Cattrall na mesma publicação alega que Sarah Jessica sempre agiu de forma cruel para com ela desde o inicio e ainda que ela estava usando a tragédia de Kim Cattrall para recuperar a imagem de “boa moça” e ainda anexa um link para uma coluna do NY Post esclarecendo que fizeram ela de vilã por não querer participar de um terceiro filme como relatou em entrevista a Piers Morgan que esse momento da sua carreira já havia passado e ela adorou fazer Samantha Jones mas ela é mais velha 10 anos que as outras atrizes e já não era mais momento de ela fazer continuação e é importante lembrar que Sarah Jessica Parker foi produtora executiva de ambos os filmes e provavelmente foi quem mais lucrou.

No começo de Sex and The City Kim Cattrall eram o nome mais pesado do elenco (era quem mais tinha currículo) e devido a seu personagem Samantha Jones na série ela brilhou muito mais que Sarah Jessica Parker e isso acabou levando a inveja que gerou todos os rumores que falsamente crucificaram Cattrall, que na época ganhava menos que suas companheiras de filmagem por influência da própria Sara J. que era amiga do Diretor Michael Patrick King.

Sobre os personagens: Começando por Charlotte York que vive dentro de sua própria bolha de luxo e fantasia, não é um personagem relacionável por desejar que tudo seja um conto de fadas, quase que vivendo uma manipulação da própria vida e seu marido Harry é quem firma Charlotte na realidade; Miranda Hobbes é aquela que não sabe o que quer da vida, nunca aproveita nada, pra ela nada tá bom e nada é satisfatório, ela enjoa com facilidade da própria existência e ainda humilha o marido por ele ser feliz com o que tem e por procurar sempre o melhor nas situações mas apesar disso é com ele que ela se sente mais em paz; Samantha Jones é a mais relacionável delas sempre sabe o que quer da vida, determinada, dona de si, não liga para o que outras pessoas pensam ou falam ao seu respeito, sempre deu valor a sua independência e seu espaço e é a que mais valoriza as amizades que tem e Carrie Bradshaw que é aquela persona egocêntrica beirando o narcisismo, uma péssima amiga que mesmo no sofrimento alheio faz a história ser sobre ela, sem uma gota de amor próprio dependendo das migalhas de um amor tóxico, ausência sem remorso de lealdade e fidelidade, extremamente problemática e auto intitulada, desorganizada com a própria vida sem nenhuma estabilidade e sempre em desequilíbrio financeiro e constantemente passando vergonha de graça.

Ainda me falta assistir And Just Like That e O Diário de Carrie, bem como ler o primeiro livro Sex and the City, assim que tiver concluído essas tarefas eu retorno com uma segunda parte de conteúdo. Mas afirmo que até o momento não tenho interesse em ler O Diário de Carrie e O Verão e a Cidade.

O primeiro livro tem algumas capas diferentes, aqui são algumas:

Os livros seguintes são esses:

Filmes

Filme de Domingo: Toast: A História de uma Criança com Fome

Título Original: Toast

Lançamento: 2010

Diretor: S.J. Clarkson

Gênero: Comédia Dramática

Sinopse: Nigel é fascinado por culinária desde a Infância, embora sua mãe só soubesse preparar torradas. Quando ela morre, o pai de Nigel se casa com uma mulher que é ótima cozinheira. Nigel passa a competir com a madrasta na cozinha pela atenção do pai.

Trailer:

Opinião do Bananas: Uma adaptação da Biografia de Nigel Slater um escritor gastronômico do Reino Unido (que faz uma aparição no filme). Tudo na vida do rapaz envolvia comida, uma Mãe que só sabia preparar enlatados, um Pai dessensibilizado e conformado com a vida monótona e sem sal, uma madrasta problemática mas com habilidades incríveis na cozinha. Tudo isso retratado de uma forma levemente cômica.

É bem interessante ver como a personalidade e senso de independência do Nigel foi se desenvolvendo ao longo do filme, a maneira como a coragem de mudar o domina e o estimula a sair de uma situação inadequada.

Gostei da experiência e já deixo logo um aviso: Esse filme dá fome.

04 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Até o Último Homem

Título Original: Hacksaw Ridge

Lançamento: 2017

Diretor: Mel Gibson

Gênero: Guerra/Biografia/Drama

Sinopse: Conta a história de Desmond T. Doss, um médico do exército americano que, durante a Segunda Guerra Mundial, se recusa a pegar em armas. Durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva cerca de 75 homens.

Trailer:

Opinião do Bananas: Baseado no documentário The Conscientious Objector, de Terry Benedict de 2004 que ilustra a história de Desmond Doss, um Objetor de Consciência que é uma pessoa que se recusa a cumprir um determinado dever com base em princípios pessoais. Na oposição de consciência, o objetor solicita a autorização para não cumprir uma obrigação que vai contra suas convicções, sejam elas éticas, filosóficas, religiosas e/ou políticas.

Filme que ganhou vários prêmios e indicações incluindo 2 Oscars por melhor mixagem de som e melhor edição de 6 das indicações que recebeu.

O filme é bom desde o começo com a narrativa envolvente que intriga o espectador a continuar assistindo, a atuação de todo o elenco foi bem representada. Ao lembrar que se trata da vida de uma pessoa real começamos a imaginar o tamanho vigor e coragem que o mesmo teve que desempenhar pra enfrentar tal desafio.

05 bananinhas

Filmes

Filme de Domingo: Encontro Marcado

Título Original: 2:22

Lançamento: 2017

Diretor: Paul Currie

Gênero: Mistério/Thriller

Sinopse: Dylan é um controlador de tráfego aéreo e quase causa um acidente após um pequeno blecaute que sofreu às 2:22 da tarde. Logo ele percebe um padrão de eventos que ocorre todos os dias no mesmo horário e que o leva à Sarah, por quem se sente imediatamente conectado.

Trailer:

Opinião do Bananas: Um filme sobre sincronicidades, causa e efeito e padrões cotidianos. É o tipo de história que divide opiniões talvez por toda confusão que vai se formando ao longo da trama tanto no filme quanto na percepção do espectador, imagino que os pontos que mostram tanto desajuste tem como propósito ilustrar a progressão da obsessão do personagem principal por todos os padrões que se apresentam.

Poderiam explorar as questões de ficção científica, adicionando mais detalhes levando a uma profundidade na história mas a preferencia foi focar no romance que também não teve maiores desenvolvimentos.

03 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Amor à Segunda Vista

Título Original: Two Weeks Notice

Lançamento: 2002

Diretor: Marc Lawrence

Gênero: Comédia romântica

Sinopse: A dedicada advogada Lucy Kelson vai trabalhar para o bilionário George Wade como parte de um acordo para preservar um centro comunitário. Muito indeciso, George fica dependente da orientação de Lucy para tudo, desde assuntos jurídicos até que roupa usar. Irritada, Lucy pede as contas, começa a cumprir aviso prévio e contrata June Carter como sua substituta. Quando seus últimos dias na empresa começam a se aproximar, Lucy fica com ciúmes de June e tem dúvidas em deixar George.

Trailer:

Opinião do Bananas: Não tenho críticas sobre esse filme, é uma comédia romântica simples sem muito desenvolvimento de personagens. Adoro os filmes com a Sandra Bullock e esse é o tipo de filme criado pra aliviar a mente e nada a mais.

03 bananinhas