Filmes · Seriados

Maratonando: Sex and The City (Série, Filmes e Livros)

Sex and The City fez fama como um seriado baseado nos livros da jornalista Candace Bushnell lançado em 1998 com 6 temporadas, mas tudo iniciou-se com os livros, então falaremos deles.

O livro origem de toda a história é Sex and The City (BR: O Sexo e a Cidade) lançado em 1996 que é um compilado de histórias que Candace escrevia em forma de coluna para o jornal onde trabalhava, tal qual como sua personagem Carrie. Desse livro surgiu o seriado com 6 temporadas e 2 filmes e devido ao sucesso da franquia Bushnell escreveu em 2010 Os Diários de Carrie e em 2011 a sequencia Verão na Cidade que contam sobre a vida da personagem Carrie antes de Nova York ainda quando garota e tudo o que levou a mesma a ser a tão famosa colunista do sexo e estes também geraram uma série de 2 temporadas.

Candace Bushnell se tornou uma escritora do gênero Chick Lit (Romances de Ficção Feminina), escrevendo mais de 8 livros. Candace criou ainda o livro e série: Selva de Batom ( Lipstick Jungle), a série com duas temporadas estrelando Brooke Shields e Kim Raver (a Teddy de Grey’s Anatomy).

Sex and the City gerou ainda mas recentemente o seriado And Just Like That com 1 temporada lançado em 2021 (que ainda não assisti).

Título Original: Sex and The City

Status: Encerrada

Gênero: Romance/Drama

Criador:  Darren Star

Temporadas: 6

Lançamento: 1992

Sinopse: Carrie Bradshaw, uma escritora nova iorquina encontra inspiração para sua coluna nas façanhas genuínas, emocionais e muitas vezes bem-humoradas de seus amigos e amantes.

Trailer:

Sex And The City – O Filme

Lançamento: 2008

Duração: 2 horas e 20 minutos aprox.

Diretor:  Michael Patrick King

Sinopse: Depois de tantos anos Carrie está finalmente se casando com Mr. Big. Mas suas três melhores amigas devem consolá-la depois que uma delas inadvertidamente leva Mr. Big a abandoná-la.

Trailer:

Sex And The City 2

Lançamento: 2010

Duração: 2 horas e 20 minutos aprox.

Diretor:  Michael Patrick King

Sinopse: Diversão, moda e amizade continuam definindo as vidas de Carrie, Samantha, Charlotte e Miranda. As amigas passam férias em Abu Dhabi, onde terão muitas surpresas, especialmente Carrie, que, inesperadamente, encontrará Aidan.

Trailer:

Opinião do Bananas: Com relação a série e os 2 filmes: Foi bem divertido maratonar tudo, mas tenho opiniões mistas. Do Elenco, gostei bastante de Sarah Jessica Parker como Carrie esta fez um ótimo trabalho incorporando todas as mudanças (mesmo que poucas) da personagem, Kim Cattrall foi maravilhosa como Samantha, sei que ela e a Sarah Jessica tiveram seus problemas devido a alegações de que Kim estava pedindo reajuste exorbitante de salário e que a mesma provocava abusos psicológicos na equipe de produção mas isso foi desbancado pela própria atriz que afirmou que sua única exigência era não participar de uma nova sequência de sex and the city (havia rumores que teria um terceiro filme mas que foi cancelado) que estava sendo estimulada com fervor por Sarah Jessica Parker. Kim Afirmou ainda que jamais exigiu reajuste salarial ou que tenha feito qualquer outra exigência. A partir desse momento ficou bem conhecido a troca de farpas entre as atrizes.

Em 2018 o irmão da atriz Kim Cattrall faleceu e Sarah Jessica publicou uma mensagem de condolências que foi bruscamente recusada por Cattrall que em uma publicação no Instagram responder que até sua Mãe questionava quando é que a hipócrita da Sarah Jessica Parker a deixaria em paz, levantando a questão a todos do que realmente tinha acontecido entre as duas, Cattrall na mesma publicação alega que Sarah Jessica sempre agiu de forma cruel para com ela desde o inicio e ainda que ela estava usando a tragédia de Kim Cattrall para recuperar a imagem de “boa moça” e ainda anexa um link para uma coluna do NY Post esclarecendo que fizeram ela de vilã por não querer participar de um terceiro filme como relatou em entrevista a Piers Morgan que esse momento da sua carreira já havia passado e ela adorou fazer Samantha Jones mas ela é mais velha 10 anos que as outras atrizes e já não era mais momento de ela fazer continuação e é importante lembrar que Sarah Jessica Parker foi produtora executiva de ambos os filmes e provavelmente foi quem mais lucrou.

No começo de Sex and The City Kim Cattrall eram o nome mais pesado do elenco (era quem mais tinha currículo) e devido a seu personagem Samantha Jones na série ela brilhou muito mais que Sarah Jessica Parker e isso acabou levando a inveja que gerou todos os rumores que falsamente crucificaram Cattrall, que na época ganhava menos que suas companheiras de filmagem por influência da própria Sara J. que era amiga do Diretor Michael Patrick King.

Sobre os personagens: Começando por Charlotte York que vive dentro de sua própria bolha de luxo e fantasia, não é um personagem relacionável por desejar que tudo seja um conto de fadas, quase que vivendo uma manipulação da própria vida e seu marido Harry é quem firma Charlotte na realidade; Miranda Hobbes é aquela que não sabe o que quer da vida, nunca aproveita nada, pra ela nada tá bom e nada é satisfatório, ela enjoa com facilidade da própria existência e ainda humilha o marido por ele ser feliz com o que tem e por procurar sempre o melhor nas situações mas apesar disso é com ele que ela se sente mais em paz; Samantha Jones é a mais relacionável delas sempre sabe o que quer da vida, determinada, dona de si, não liga para o que outras pessoas pensam ou falam ao seu respeito, sempre deu valor a sua independência e seu espaço e é a que mais valoriza as amizades que tem e Carrie Bradshaw que é aquela persona egocêntrica beirando o narcisismo, uma péssima amiga que mesmo no sofrimento alheio faz a história ser sobre ela, sem uma gota de amor próprio dependendo das migalhas de um amor tóxico, ausência sem remorso de lealdade e fidelidade, extremamente problemática e auto intitulada, desorganizada com a própria vida sem nenhuma estabilidade e sempre em desequilíbrio financeiro e constantemente passando vergonha de graça.

Ainda me falta assistir And Just Like That e O Diário de Carrie, bem como ler o primeiro livro Sex and the City, assim que tiver concluído essas tarefas eu retorno com uma segunda parte de conteúdo. Mas afirmo que até o momento não tenho interesse em ler O Diário de Carrie e O Verão e a Cidade.

O primeiro livro tem algumas capas diferentes, aqui são algumas:

Os livros seguintes são esses:

Filmes

Filme de Domingo: Toast: A História de uma Criança com Fome

Título Original: Toast

Lançamento: 2010

Diretor: S.J. Clarkson

Gênero: Comédia Dramática

Sinopse: Nigel é fascinado por culinária desde a Infância, embora sua mãe só soubesse preparar torradas. Quando ela morre, o pai de Nigel se casa com uma mulher que é ótima cozinheira. Nigel passa a competir com a madrasta na cozinha pela atenção do pai.

Trailer:

Opinião do Bananas: Uma adaptação da Biografia de Nigel Slater um escritor gastronômico do Reino Unido (que faz uma aparição no filme). Tudo na vida do rapaz envolvia comida, uma Mãe que só sabia preparar enlatados, um Pai dessensibilizado e conformado com a vida monótona e sem sal, uma madrasta problemática mas com habilidades incríveis na cozinha. Tudo isso retratado de uma forma levemente cômica.

É bem interessante ver como a personalidade e senso de independência do Nigel foi se desenvolvendo ao longo do filme, a maneira como a coragem de mudar o domina e o estimula a sair de uma situação inadequada.

Gostei da experiência e já deixo logo um aviso: Esse filme dá fome.

04 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Até o Último Homem

Título Original: Hacksaw Ridge

Lançamento: 2017

Diretor: Mel Gibson

Gênero: Guerra/Biografia/Drama

Sinopse: Conta a história de Desmond T. Doss, um médico do exército americano que, durante a Segunda Guerra Mundial, se recusa a pegar em armas. Durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva cerca de 75 homens.

Trailer:

Opinião do Bananas: Baseado no documentário The Conscientious Objector, de Terry Benedict de 2004 que ilustra a história de Desmond Doss, um Objetor de Consciência que é uma pessoa que se recusa a cumprir um determinado dever com base em princípios pessoais. Na oposição de consciência, o objetor solicita a autorização para não cumprir uma obrigação que vai contra suas convicções, sejam elas éticas, filosóficas, religiosas e/ou políticas.

Filme que ganhou vários prêmios e indicações incluindo 2 Oscars por melhor mixagem de som e melhor edição de 6 das indicações que recebeu.

O filme é bom desde o começo com a narrativa envolvente que intriga o espectador a continuar assistindo, a atuação de todo o elenco foi bem representada. Ao lembrar que se trata da vida de uma pessoa real começamos a imaginar o tamanho vigor e coragem que o mesmo teve que desempenhar pra enfrentar tal desafio.

05 bananinhas

Filmes

Filme de Domingo: Encontro Marcado

Título Original: 2:22

Lançamento: 2017

Diretor: Paul Currie

Gênero: Mistério/Thriller

Sinopse: Dylan é um controlador de tráfego aéreo e quase causa um acidente após um pequeno blecaute que sofreu às 2:22 da tarde. Logo ele percebe um padrão de eventos que ocorre todos os dias no mesmo horário e que o leva à Sarah, por quem se sente imediatamente conectado.

Trailer:

Opinião do Bananas: Um filme sobre sincronicidades, causa e efeito e padrões cotidianos. É o tipo de história que divide opiniões talvez por toda confusão que vai se formando ao longo da trama tanto no filme quanto na percepção do espectador, imagino que os pontos que mostram tanto desajuste tem como propósito ilustrar a progressão da obsessão do personagem principal por todos os padrões que se apresentam.

Poderiam explorar as questões de ficção científica, adicionando mais detalhes levando a uma profundidade na história mas a preferencia foi focar no romance que também não teve maiores desenvolvimentos.

03 bananinhas
Livros

Amor Escrito na Areia da Praia – Grasiela Lima

Autor: Grasiela Lima

Lançamento: 2020

Páginas : 18

Gênero- Categoria: Ficção, Jovem Adulto

Sinopse: Sayuki sempre teve apreço pela praia, as ondas do mar e tudo que se pode viver entre areia e a alegria do ar puro. 
Porém, quando sua mãe morre, a jovem passa um período retida à sua casa, recebendo apenas as visitas da sua namorada e do seu melhor amigo. 

Quando a psicóloga de Yuki a faz se questionar o motivo de não ir à praia, ela decide embarcar em uma viagem junto às duas pessoas mais importantes de sua vida, depois da sua mãe, para, assim, se lembrar do amor escrito na areia da praia. 

Opinião do Bananas: Um livreto de 18 páginas muito quentinho no coração, que mostra ao leitor não um luto completo e sim o início dele, o primeiro passo de um sentimento tão difícil de administrar e como você deve passar por ele e não ignorá-lo. A história poderia se prolongar, e nos entregar um pouco mais desse vinculo de amizades e dessa ligação materna mas a forma rápida também não decepcionou.

03 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Amor à Segunda Vista

Título Original: Two Weeks Notice

Lançamento: 2002

Diretor: Marc Lawrence

Gênero: Comédia romântica

Sinopse: A dedicada advogada Lucy Kelson vai trabalhar para o bilionário George Wade como parte de um acordo para preservar um centro comunitário. Muito indeciso, George fica dependente da orientação de Lucy para tudo, desde assuntos jurídicos até que roupa usar. Irritada, Lucy pede as contas, começa a cumprir aviso prévio e contrata June Carter como sua substituta. Quando seus últimos dias na empresa começam a se aproximar, Lucy fica com ciúmes de June e tem dúvidas em deixar George.

Trailer:

Opinião do Bananas: Não tenho críticas sobre esse filme, é uma comédia romântica simples sem muito desenvolvimento de personagens. Adoro os filmes com a Sandra Bullock e esse é o tipo de filme criado pra aliviar a mente e nada a mais.

03 bananinhas
Livros

Lua Escarlate- Shannon Drake

Autor: Shannon Drake

Título Original: Beneath a Blood Red Moon

Editora: Editora Nova Cultural

Tradução: Elizabeth Arantes Bueno

Lançamento: 1999; BR: 2009

Páginas : 178

Gênero- Categoria: Ficção Americana – Romance/Fantasia

Sinopse: Maggie Montgomery, dona da Magdalena’s, uma elegante butique em Nova Orleans, fica chocada ao saber que um misterioso assassinato foi cometido na rua, em frente à sua loja, e que havia uma trilha de sangue entre a vítima e a porta da butique. Mas o choque se transforma em perplexidade quando Maggie fica conhecendo Sean Canady, o policial que vem interrogá-la… e que lhe inspira uma perigosa atração! Algo poderoso, e além da razão, uniu Maggie e Sean. Algo relacionado com um passado em comum e que começou gerações antes, sob uma lua vermelha como sangue. Pois naquela noite, mais de um século atrás, eventos perturbadores aconteceram na família Montgomery, e agora Maggie precisa encontrar um homem cujo amor seja puro o suficiente para salvá-la da escuridão à qual ela pode estar condenada…

Opinião do Bananas: Me decepcionei muito com essa leitura, talvez por que estava com altas expectativas mas mesmo assim não foi muito satisfatória.

Começando pelo nome da autora que na verdade é Heather Graham e Shannon Drake é o pseudônimo que ela usa, tanto é a confusão que esse livro foi publicado com ambos os nomes antes de chegar no Brasil. Tenho uma publicação no Instagram que fala um pouco sobre isso.

No Brasil o livro foi publicado pela Nova Cultural dentro da coleção Bianca no número 897 e este faz parte da saga Alliance Vampires.

Sobre a história, os vampiros são descritos de uma forma que se encaixam na realidade mas ainda com seus detalhes como repulsa por alho, se movem dissipando-se como névoa e o poder de hipnotizar, mas andam de dia, comem, bebem e possuem todas as funções biológicas normais. Há uma demora no desenvolver de tudo onde o mistério somente começa a se desenvolver a partir da página 115.

Tentam forçar no desenrolar do livro que Jack, o estripador era um vampiro (existem outros livros de vampiro que fazem a mesma coisa), forçam ainda vidas passadas, reencarnação e claro temos aquele amor instantâneo depois de uma cena de intimidade. As cenas de ação são bem confusas por vezes não sabemos quem é quem em uma fala específica (isso é algo bem comum nesses romances de banca). O final foi decepcionante.

02 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Vestida pra casar

Título Original: 27 dresses

Lançamento: 2008

Diretor:  Anne Fletcher

Gênero: Comédia romântica

Sinopse: Jane é uma madrinha de casamento excelente que costuma sonhar com a cerimônia perfeita. Ela sempre coloca a necessidade dos amigos em primeiro lugar, e acaba sendo a pessoa que todos procuram na hora de planejar um matrimônio. Mas quando sua irmã mais nova, Tess, conquista o homem que Jane secretamente ama, ela passa a questionar o seu papel de boazinha e generosa.

Trailer:

Opinião do Bananas: Comedia romântica bem receita de bolo, com clichês por cima de clichês e vários momentos de vergonha alheia. Ainda assim tem seus momentos divertidos, um dos momentos que poderia ter melhora e passou de forma muito rasa foi a exposição que Jane faz de sua irmã no jantar de ensaio pois mesmo depois que tudo que sua irmã fez, Jane ainda fica como a errada na história e precisa buscar perdão com tudo se resolvendo de forma rápida e sem delongas. Mas sabemos que desses tipos de filme não podemos exigir muitas produções.

03 bananinhas
Filmes

Filme de Domingo: Doce Lar

Título Original: Sweet Home Alabama

Lançamento: 2002

Diretor: Andy Tennant

Gênero: Comédia romântica

Sinopse: A estilista Melanie Carmichael está noiva do solteiro mais cobiçado da cidade, o filho da prefeita de Nova York, mas seu passado está cheio de segredos, incluindo Jake, o caipira com quem ela se casou quando ainda era estudante colegial. Jake se recusa a lhe conceder o divórcio e Melanie viaja ao Alabama para confrontar o passado.

Trailer:

Opinião do Bananas: Gosto de quase todos os filmes da Reese Witherspoon e esse é um deles, básica comédia romântica, previsível, leve e divertida. O dia de filme que você assiste em um dia ruim.

04 bananinhas
Seriados

Seriado: O mundo sombrio de Sabrina

Status: Encerrada

Título Original: The Chilling Adventures of Sabrina

Gênero: Fantasia

Criador:  Roberto Aguirre-Sacasa (autor da HQ)

Temporadas: 4

Lançamento: 2018

Sinopse: Bruxa e também mortal, a jovem Sabrina Spellman fica dividida entre a vida normal de adolescente e o legado de sua família feiticeira.

Trailer:

Opinião do Bananas: Baseado nos quadrinhos de mesmo nome, o mundo sombrio de Sabrina é uma versão obscura de Sabrina, a aprendiz de feiticeira.

Turma do Archie são quadrinhos com vários personagens como Betty, Veronica e Jughead que se passa na cidade de Riverdale (sabemos que A turma do Archie virou série também com o nome de Riverdale), desse quadrinho surgiram outros como Josie and the pussycats e Sabrina, The Teenage Witch que teve sua própria sitcom em 1996, com isso os criadores dos quadrinhos decidiram criar a versão de horror dessas histórias começando com Afterlife with Archie, e depois com The Chilling Adventures of Sabrina a qual gerou esta serie da Netflix.

A série vai até a 4 temporada mas os quadrinhos terão continuação. A serie tem essa pegada sombria que adorei, foi bem escrita e desenvolvida, claro que para os que tem sensibilidade com temas religiosos aviso desde já que tem diversos gatilhos e para essas pessoas não será nada agradável.

Fiquei levemente decepcionada com a 4 temporada, acho que faltou alguma coisa, foi mais fraca no enredo mas ainda recomendo.

04 bananinhas