Livros

Sangue Quente- Isaac Marion

Autor: Isaac Marion

Lançamento: 2010

Páginas : 256

Título Original: Warm Bodies

Tradução: Cassius Medauar

Gênero- Categoria: Ficção Fantástica Americana- Zumbis

Editora: Editora Leya

SinopseO nome dele começa com “R”. Isso é tudo que ele lembra. Mas o que há em um nome se você é apenas um cadáver ambulante esperando apenas pra decompor?

“R” vagueia pelas ruínas de uma América pós- apocalipse sem a mínima idéia de quem ele é, como ele chegou aqui, ou por que ele tem que comer pessoas. Ele só segue o grupo: uma multidão sem mente que se espalhou através do globo e reduziu a civilização a ruínas.

E então ele conhece Julie.

Essa impetuosa jovem sobrevivente é uma explosão de cor na cinza paisagem de “R”, e ele começa a lembra da humanidade que perdeu. Mas o romance improvável dele se torna algo muito maior, atiçando uma revolução que acorda os mortos- e outras, forças mais sombrias.

Sangue Quente é um homem morto buscando por vida. É uma jovem mulher lutando por um mundo melhor. É a Esperança que se recusa a morrer.

Opinião do Bananas: A capa é muito bonita, simples. A cada inicio de capítulo há ilustrações da anatomia humana que também achei uma pegada bem legal.

Quando foi lançado recebeu muitas críticas no entanto este é um livro que deve ser lido de forma cômica, pois trata de assuntos mais profundos porém com um leve tom jocoso.

A sinopse é bem clara, um zumbi com pensamentos profundos sobre a vida.

Tenho uma leve impressão de que o nome dele é Romeu por ele lembrar apenas que seu nome começa com “R” e a menina por quem se apaixona chama Julie (diminutivo de Julieta).

Gostei da leitura, em alguns momentos senti uma lentidão na história mas nada que me fizesse largar o livro.

Sangue Quente é uma série com um total de 4 livros.

Só descobri que era uma série depois que terminei de ler o livro pois fiz uma pesquisa sobre o autor (por que no livro não têm foto dele).

O único lançado no Brasil até agora foi Sangue Quente. Os livros seguintes contam sobre outros momentos da história, mas creio que lendo apenas o primeiro já se torna satisfatório o suficiente, pois não há cliffhanger e nem questões não respondidas.

Não tenho interesse em continuar com a série no momento.

Talvez por medo que os livros seguintes não sejam tão bons quanto o primeiro.

O segundo livro é The New Hunger, é um prelúdio de Sangue Quente:

Sinopse: O fim do mundo não aconteceu da noite para o dia.

Depois de anos de colapsos sociais, guerras e terremotos e marés subindo, a humanidade já estava perto da borda. Então veio um golpe final que ninguém poderia esperar: todos os cadáveres do mundo se levantaram para fazer mais.

Nascida nesta paisagem sombria e sangrenta, Julie, de doze anos, luta para manter a esperança enquanto ela e seus pais atravessam as terras desoladas da América, uma viagem de pesadelo em busca de um novo lar.

Com fome, perdida e assustada, Nora, de dezesseis anos, é a única tutora do irmão depois que os pais os abandonaram nas ruínas não muito vazias de Seattle.

E na escuridão de uma floresta, um homem morto abre os olhos. Quem é ele? O que ele é? Sem pistas além de uma gravata vermelha e da letra “R”, ele precisa desvendar o mistério sombrio de sua existência – logo depois de aprender a pensar, a andar e a satisfazer o monstro uivando em sua barriga.

A Nova Fome é um vislumbre do passado e um caminho para um futuro surpreendente…

O terceiro livro é The Burning World:

Sinopse: R está se recuperando da morte.

Ele está aprendendo a falar, a ler, talvez até a amar, e a população de mortos-vivos está mostrando sinais de vida. Ele quase pode imaginar um futuro com Julie, essa mulher que recomeçou seu coração – construindo um novo mundo a partir das cinzas do antigo.

E então helicópteros aparecem no horizonte. Alguém está vindo para restaurar a ordem. Para devolver as coisas do jeito que estavam, os bons e velhos dias de conforto e controle e os fortes comendo os fracos. A praga é tão antiga quanto a humanidade, e os mortos nunca foram sua única arma.

Como você luta contra um inimigo que está em todos? O mundo pode realmente mudar? Com sua casa invadida por loucos, R e Julie e seu grupo de refugiados esfarrapados mergulham nas terras do outro mundo da América em busca de respostas. Mas há algumas respostas que R não quer encontrar. Uma vida passada, uma antiga sombra, subindo do porão.

O Quarto livro The Living será lançado em 13 de Novembro de 2018:

Sinopse: Antes que ele fosse um cadáver comedor de carne, R era algo pior. Ele se lembra de tudo isso agora, uma vida de ganância e apatia mais destrutiva do que qualquer vírus, e ele vê apenas um caminho para a redenção: ele deve lutar contra as forças que ajudou a criar. Mas o que R, Julie e sua minúscula gangue de fugitivos podem fazer contra o poder insidioso do Axiom Group, a bizarra corporação de mortos-vivos que está devorando o que sobrou da América?

É hora de uma viagem por estrada.

Não há mais país de sobrevoo. Desta vez, eles enfrentarão a loucura no chão, correndo seu trailer pelas terras devastadas enquanto as tensões aumentam e os laços se desenrolam – porque R não é o único que esconde segredos dolorosos. Todos estão em busca desesperada: por uma filha seqüestrada, uma mãe suicida e um menino abusado com um presente que poderia salvar a humanidade … se a humanidade puder convencê-lo que vale a pena salvá-la.

Todos os caminhos levam para casa, para um confronto final com a peste e seus acionistas. Mas esse é um monstro que as armas não podem matar. Uma batalha apenas uma arma pode ganhar…

Para Sangue Quente: 

04 Bananinhas…

 

 

Livros

A peculiar tristeza guardada num bolo de limão – Aimee Bender

Título Original: The Particular Sadness of Lemon Cake

Autora: Aimee Bender

Lançamento: 2013

Tradução: Paulo Polzonoff

Páginas: 301

Gênero: Romance.

Editora: Leya

Sinopse: O que você faria se pudesse sentir o gosto das emoções? Rose Edelstein é uma menina que descobriu ter um talento incomum: ela sente o sabor das emoções das pessoas que preparam aquilo que come. E tudo começou semanas antes de seu aniversário quando, depois de uma briga com seu pai, sua mãe resolveu fazer um delicioso bolo de limão. Imagine o que você faria se seu paladar pudesse decifrar o gosto das emoções? É com isso que Rose tem de conviver daqui para frente. Com apenas nove anos, a curiosa menina sabe o que cada um sente secretamente e percebe que nunca mais comerá seus pratos preferidos do mesmo jeito. E o que ela pode fazer para lidar com isso?

Opinião do Bananas: No início achei que seria uma leitura maravilhosa devido a sinopse, então já tinha expectativas altíssimas.

Daí veio a decepção.

A leitura é arrastada, pensei em desistir por várias vezes mas por insistência continuei com esperanças de que melhoraria, e sim em parte melhora um pouco já quase chegando ao fim do livro e quando você acha que vai ter alguma emoção, uma explicação ou qualquer coisa que seja a história volta a murchar e decepcionar. Não sei se a culpa foi em parte minha de ter uma expectativa tão alta, mas o romance descreve toda a infância da personagem onde não há tanta emoção, deixando a habilidade que ela tem quase sem menção por grande parte do livro e finaliza sem respostas, e nem um final em aberto pra você imaginar possibilidades, você acaba completamente no escuro.

A leitura é cansativa, com momentos totalmente desnecessários, é o tipo de livro  que te deixa exausto e aliviado por ter terminado.

Talvez a intenção desse livro é deixar o leitor realmente sentindo angústia e frustração pela falta de respostas exatamente como a personagem principal que também não adquire as respostas que deseja.

03 bananinhas