Livros

Temporada de Acidentes – Moira Fowley-Doyle

Autora: Moira Fowley-Doyle

Lançamento: 2015

Páginas : 256

Título Original: The Accident Season

Tradução: Amanda Moura

Gênero- Categoria: Ficção Irlandesa.

Editora: Intrínseca

Sinopse: Acontece todo ano, na mesma época. Todo mês de outubro, inexplicavelmente, Cara e sua família se tornam vulneráveis a acidentes. Algumas vezes, são apenas cortes e arranhões. Em outras, acontecem coisas horríveis, como quando o pai e o tio dela morreram.A temporada de acidentes é um medo e uma obsessão. Faz parte da vida de Cara desde que ela se entende por gente. E esta promete ser uma das piores.

No meio de tudo, ainda há segredos de família e verdades dolorosas, que Cara está prestes a descobrir. Neste outubro, ela vai se apaixonar perdidamente e mergulhar fundo na origem sombria da temporada de acidentes. Por quê, afinal, sua família foi amaldiçoada? E por que eles não conseguem se livrar desse mal?

Uma narrativa sombria, melancólica e intensa sobre uma família que precisa lidar com seus segredos e medos antes que eles a destruam.

Opinião do Bananas:  A autora tem uma forma de escrita diferente que te leva a duvidar da realidade observada pelo personagem principal, que ora você não sabe se aquilo é real ou apenas imaginação da mesma.

O livro inteiro tem um ar de mistério, que mantém o leitor fixado e tenso durante a leitura. Bem como aspectos mais intrínsecos como a busca pessoal de respostas sobre si que todos os personagens aparentam ter, de forma que o leitor começa a questionar se essa busca pessoal é o que segura de certa maneira os personagens em seu próprio medo, assim atribuindo 100% do que acontece na temporada de acidentes.

Livro incrível e rápido de ler, adoro histórias diferentes, com uma pitada de sobrenatural.

A capa do livro é bem padrão, nada novo mas se bem observado pode notar que a imagem da moça de vestido vermelho mostra como se esta estivesse caindo para o desconhecido (a parte azul escuro), contudo se você vira o livro de cabeça para baixo é fácil visualizar que na verdade ela esta caindo de costas do Céu para a Terra. Como se já a capa quisesse mostrar que tudo é questão de ponto de vista, que uma situação pode ter  diversas explicações e nada é exatamente como observado.

A capa mais bonita que achei foi a UK, que dá uma sensação mais obscura e combina mais com a história: 

Então, brindemos à temporada de acidentes,

Ao rio que corre sob nossos pés, onde naufragamos nossa almas,

Aos hematomas e aos segredos, aos fantasmas no sótão,

Mais um brinde à estrada de água.

04 bananinhas