Livros

Vampiros em Nova York: Os Últimos Dias – Scott Westerfeld

Autor: Scott Westerfeld

Lançamento: 2009

Páginas : 333

Título Original: The Last Days

Tradução: Rodrigo Chia

Gênero- Categoria: Romance Americano/Ficção- Vampiros/Parasitas

Editora: Galera Record

Sinopse: A cidade de Nova York está sendo assolada por uma doença estranha, que todos pressentem mas poucos conhecem de fato. Lixo se acumula nos becos, cada vez mais pessoas fogem da cidade e gatos estão sendo vistos acompanhados por bandos enormes de ratos. Ainda assim, dois jovens se unem por acaso para salvar uma linda guitarra de ser despedaçada por sua ex-dona raivosa. Agora, eles vão criar uma banda que vai revolucionar o mundo. Eles só não sabem o quanto.

Opinião do Bananas: Segundo volume da duologia Vampiros em Nova York ( já falei do primeiro aqui), com a capa no mesmo estilo e paleta de cores do primeiro livro.

O primeiro livro era mais voltado para a Biologia/Ciência por trás do Anátema já o segundo é mais para a Física, incluindo Música (sons, melodias).

A história se passa no mesmo universo, abordando o mesmo assunto porém contando sobre personagens diferentes. Essa é contada ao longo do livro sob ponto de vista de vários personagens mas sem perder a evolução da história, o livro também é dividido em parte e os capítulos são nomes de bandas como o autor mesmo revela no final em suas notas.

A diferença gritante entre o primeiro volume e este é que a leitura é arrastadíssima, sem emoção, sem algo que fixe você na leitura, contudo no geral não deixa de ser uma história boa e diferente.

Os personagens não tem muita personalidade, poucos se destacam.

Há um vínculo com o primeiro livro, personagens se cruzam, Lacey e Carl aparecem e também temos a presença do personagem mais interessante nesse segundo livro já originário do primeiro a Dra. Prolixa. Entre os novos personagens senti que  Zahler é o melhor desenvolvido em questões de personalidade e apresentação, a personagem de Alana Ray poderia ser mais explorada, no entanto, não vemos muito sua presença, talvez devido sua condição neurológica e o autor utilizou isso para fazê-la bastante reclusa, porém poderia ser melhor utilizada.

Outro personagem que deveria ter uma apresentação melhor bem como mais história é a esotérica Luz, mas essa também se perde pro vazio.

Gostei do final, considerei aceitável e realista para a história.

03 bananinhas… O primeiro era melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s