Livros

A sutil Arte de Ligar o Foda-se- Mark Manson

Autor: Mark Manson

Título Original: The Subtle Art of Not Giving a Fuck

Editora: Editora Intrínseca

Tradução: Joana Faro

Lançamento: 2019

Páginas : 160

Gênero- Categoria: Auto Ajuda

Sinopse:

Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço.

Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva – sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o foda-se.

Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão.

Opinião do Bananas: Mark Manson já é um conhecido do povo brasileiro por ser o autor de uma carta aberta publicada em seu site falando do Brasil e seus problemas (Concordo com o que ele escreveu mas não é muito agradável ouvir isso de um “gringo, é como a história de irmãos, eu posso falar mal do meu irmão mas você não pode) mas até ele se encantou pelo Brasil tanto que casou com uma brasileira.

Primeiro que já existe uma arrogância do autor com relação a vida, é muito extremo nos seus pensamentos mas escreve muito bem e devido a isso a leitura flui mas por vezes parece um Ted Talk, uma palestra que tira a concentração. Concordo com vários pontos do livro sobretudo o otimismo excessivo.

Ele diz que a satisfação de viver a vida é plena apenas se houver sacrifícios ao alcançar objetivos, parece alguém que tem muitas opiniões sobre a vida e poucas pessoas com quem compartilhar esses pensamentos, como se eles estivessem acumulados.

Resumão do livro é que a vida é feita de escolhas e somente nós somos responsáveis por elas. Não é um livro ruim, é bem real, até por que são as realizações da vida de alguém.

“A mente humana é rápida em criar e acreditar em um monte de bobagens irreais”.

03 bananinhas
Livros

50 Tons de Cinza- E. L. James

Autor: E. L. James

Título Original: 50 Shades of Grey

Editora: Editora Intrínseca

Tradução: Adalgisa Campos da Silva

Lançamento: 2012

Páginas : 480

Gênero- Categoria: Erótico

Sinopse: Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja – mas em seus próprios termos.

Opinião do Bananas: Finalmente li 50 tons, esse foi particularmente um livro difícil de ler (tentei lê-lo 4 vezes anteriormente), tanto pela fama quando foi lançado quanto pela escrita ruim e é por aí que vou começar.

Para o tipo de história a escrita é juvenil/adolescente, descrição dos personagens também não é das melhores, sendo confusa assim como os diálogos que nem sempre são bem definidos. Christian é descrito de formas diferentes mesmo que sutis ora é um homem autoritário, ora um garoto cheio de si, já Anastacia em um momento ela é tímida demais e em outro é super auto confiante. As cenas de sexo são contadas de maneira tão boba que me fez rir diversas vezes “como aço recoberto de veludo” é como Anastacia descreve o falo de Christian.

Anastacia menciona sua deusa interior mas se diminui muito e coloca Christian em um pedestal nada digno de uma deusa interior que emana feminilidade e poder, a cada dois parágrafos tem pelo menos uma frase com Anastacia embasbacada por Christian, ela fica feliz com migalhas de atenção e ele a trata como propriedade sendo rude e possessivo. O livro força uma imagem inocente de Anastacia e força ainda uma atração entre Ana e Grey quase desesperada.

O livro trás uma luz para o BDSM mas é falado tão superficialmente sem detalhes, regras e notas importantes para essa comunidade que chega a ser perigoso ao leitor, criar o interesse em algo sem o mínimo de cuidado, como por exemplo quando ele nota que ela é fraca para bebidas alcoólicas e faz ela beber para discutirem os limites de dor que ela tem, e é senso comum que você deve estar sóbrio e em plenas faculdades mentais para conversar sobre consentimento e limites de dor.

Para os que não conhecem 50 Tons é fanfic derivada de Crepúsculo, por isso tem personagens e momentos semelhantes a Crepúsculo. 50 tons é parte de uma trilogia seguida por 50 tons mais escuros e 50 tons de liberdade, após o sucesso a autora decidiu escrever toda a história pela visão do Christian (por que isso agora tá na moda aparentemente) gerando os livros Grey de 2015, Mais Escuro de 2018 e Livre de 2021.

Algo que dizem os fãs, é que a escrita melhora com os próximos livros e vamos esperar que seja verdade, pois o primeiro não foi uma experiência boa.

02 bananinhas
Livros

O que significam as capas da saga Crepúsculo?

Sempre admiramos capas de livros mas nem sempre descobrimos seu significado. Esse é o caso das capas dos livros da saga Crepúsculo da autora Stephenie Meyer. Lembrando que essas informações em sua maioria foram retiradas do livro: Crepúsculo – Guia Oficial Ilustrado da Série escrito pela própria Stephenie Meyer.

Começando pelo começo, temos Crepúsculo:

A maçã é representativo do conhecimento que Bella tem sobre o bem e o mal, e das escolhas que ela faz, bem como do amor proibido da Bella e do Edward, tanto que no começo do livro há a passagem de Gênesis 2:17.

Em segundo temos Lua Nova, temos uma Tulipa perdendo uma pétala que é a representação da perda que Bella sofre quando o Edward a abandona. Também simboliza as lágrimas da Bella e a gota de sangue do corte de papel que levou a decisão do Edward.

O terceiro livro é Eclipse, com a imagem de uma fita de cetim quase partida quase um laço desfeito. Assim mostrando a dificuldade que a Bella tem em cortar laços com o mundo humano.

O spin off, A segunda Breve vida de Bree Tanner, representada por uma ampulheta contando seus momentos finais é exatamente o contexto desse livro, que tanto a vida vampiresca quanto a humana de Bree Tanner terminaram rápido demais. A vida humana de Bree Tanner foi finalizada quando ela tinha 16 anos e a vida vampiresca foi brutalmente encerrada pouco tempo depois de ser transformada.

No Quarto livro temos um tabuleiro de Xadrez com um peão ao fundo e a Rainha na frente, as duas peças representam Bella e sua evolução durante a Saga, o Peão é a Bella no começo da história, insignificante, fraca exatamente como a Bella se sente no primeiro livro e ela se torna a Rainha a peça mais importante, mais forte e a que protege todos.

A versão de Edward, Sol da meia noite, mostra uma fruta Romã cortada ao meio e pingando. A Romã é uma fruta associada a Mitologia Grega, principalmente a história de Hades e Perséfone pois ao sequestrar Perséfone, Hades lhe deu sementes de Romã pra comer porém, quem come ou bebe no submundo fica trancado lá para sempre, mas como Perséfone havia comido apenas 6 sementes ela fica no submundo apenas por 6 meses e os outros 6 meses ela volta pra sua Mãe Deméter. Aqui cortada ao meio representa que para Bella fazer parte de seu mundo ele deve dar parte dele, mas Edward sempre se considerou sem alma, um ser impuro por isso as gotas pingando pois ele sofreu ao fazer isso e no momento em que ela entrasse em sua vida ela também se tornaria impura e presa no seu mundo. A fruta cortada ao meio também se assemelha as câmaras de um coração reforçando assim a teoria de seu sofrimento com as gotas vermelhas pingando da fruta.

Livros

Sol da Meia Noite

Ok, demorei pra atualizar mas a notícia é a seguinte.

Eu disse nessa postagem aqui que havia uma contagem regressiva para lançamento de um novo livro da Stephenie Meyer, e que possivelmente seria Sol da Meia Noite.

Então, estávamos corretos. A autora noticiou que haverá sim o tão esperado lançamento de Midninght Sun, ou Sol da Meia Noite em Português.

Em seu site (https://stepheniemeyer.com/midnight-sun-2020/) a autora relata que o lançamento do livro será simultâneo em todo mundo dia 04 de Agosto de 2020, ou seja, a Intrínseca (editora que lançou toda saga Crepúsculo) lançará na mesma data. O livro contém 736 páginas e a capa é a seguinte:

Imagem: Capa do Livro Sol da Meia Noite (via: Intrínseca)

O livro já está em Pré venda por R$ 59,90.

O link para compra na Amazon.

Link para compra na Magazine Luíza .

No Site a autora ainda escreve uma carta aos fãs, que traduzirei livremente aqui.

“Queridos amigos e leitores,

Primeiro de tudo, Eu espero vocês e suas famílias estejam seguros, saudáveis, e em um bom lugar. Este é o principal.

Segundo, Eu estou muito feliz em anunciar que Sol da meia noite está finalmente (muito próximo de) pronto! E estará nas Livrarias em 04 de Agosto. Eu espero que este anúncio não seja no momento errado; Eu realmente considerei adiar o lançamento até que o mundo tivesse voltado ao normal. Contudo, 1) quem sabe quando isso acontecerá? 2) Vocês já esperaram demais. Muito mais do que tempo suficiente, pra falar a verdade.

Eu não sei como todo mundo tá lidando, mas agora os livros são meu consolo principal e fuga mais feliz. Pessoalmente, Eu ficaria encantada se um dos meus autores favoritos anunciasse algo novo para que eu pudesse ler. (Sem pressão, Laini Taylor.)Então, eu espero que este anúncio tenha dado a você algum prazer e algo divertido para ansiar.

Trabalhar em um Livro por mais de 13 anos é uma experiência estranha. Eu não sou a mesma pessoa que eu era antes. Meus filhos estão todos crescidos. Minhas costas ficaram estranhas. O mundo é um lugar completamente diferente. Eu só posso imaginar todas as coisas que mudaram para você. Mas completar Sol da Meia Noite me levou de volta aos primeiros momentos de Crepúsculo quando eu conheci muito de vocês. Nós nos divertimos muito, né? Fizemos festas de formatura e curtimos em encontros nos Hotéis e lemos na Praia (enquanto tivemos a mais épica das ensolações). Nós fizemos Camisetas hilárias e sites fabulosos. Nós encontramos pessoas de espíritos semelhantes que ainda fazem parte da nossa vida hoje. Eu espero que voltar ao começo da história de Bella e Edward relembre você de toda diversão também.

Fique ligado neste Verão – nós temos muita diversão planejada. Música (é claro), concursos, informação sobre Tour do Livro, e muito mais que será postado nessa página. Eu espero vê-los logo! Se passou muito tempo.

Stephenie”

Então é isso, notícias boas em tempos ruins.

Livros

Percy Jackson e os Olimpianos

Título: Percy Jackson e o ladrão de Raios

Livro 1

Autor: Rick Riordan

Lançamento: 2005

Páginas : 387

Título Original: The Lightning Thief

Tradução: Ricardo Gouveia

Gênero- Categoria: Infanto-Juvenil/Mitologia Grega

Editora: Editora Intrínseca

Sinopse: Os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade. O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos – jovens heróis modernos – terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

Título: Percy Jackson e o Mar de Monstros

Livro 2

Autor: Rick Riordan

Lançamento: 2006

Páginas : 286

Título Original: The Sea of Monsters

Tradução: Ricardo Gouveia

Gênero- Categoria: Infanto-Juvenil/Mitologia Grega

Editora: Editora Intrínseca

Sinopse: O Mar de Monstros narra as novas aventuras de Percy e seus amigos na busca do Velocino de ouro, o único artefato mágico capaz de proteger o Acampamento Meio-Sangue da destruição. É com essa missão que ele e outros campistas partem para uma eletrizante viagem pelo Mar de Monstros, onde deparam com seres fantásticos, perigos e situações inusitadas, que põem à prova seu heroísmo e sua herança. Está em jogo a existência de seu refúgio predileto e, até então, o lugar mais seguro do mundo para eles. Antes de tudo, porém, nosso herói precisará confrontar um mistério atordoante sobre sua família – algo que o fará questionar se ser filho de Poseidon é uma honra ou uma terrível maldição.

Título: Percy Jackson e a Maldição do Titã

Livro 3

Autor: Rick Riordan

Lançamento: 2007

Páginas : 316

Título Original: The Titan’s Curse

Tradução: Raquel Zampil

Gênero- Categoria: Infanto-Juvenil/Mitologia Grega

Editora: Editora Intrínseca

Sinopse: Um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, e sua ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente… e com uma caroninha da mãe. O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo: Cronos, o Senhor dos Titãs, arquitetou um de seus planos mais traiçoeiros, e os meios-sangues estarão frente a frente com o maior desafio de suas vidas: A Maldição do Titã.

Título: Percy Jackson e a Batalha do Labirinto

Livro 4

Autor: Rick Riordan

Lançamento: 2008

Páginas : 367

Título Original: The Battle of The Labyrinth

Tradução: Raquel Zampil

Gênero- Categoria: Infanto-Juvenil/Mitologia Grega

Editora: Editora Intrínseca

Sinopse: O Monte Olimpo está em perigo. Cronos, o perverso titã que foi destronado e feito em pedaços pelos doze deuses olimpianos, prepara um retorno triunfal. O primeiro passo de suas tropas será atacar e destruir o campo de treinamento dos heróis, filhos de deuses com mortais, que desde a Grécia Antiga combatem na linha de frente em defesa dos olimpianos.Para assegurar que o refúgio de semideuses, o Acampamento Meio-Sangue, não seja invadido, Percy Jackson, Tyson, Annabeth e Grover são destacados para uma importante missão: deter as forças de Cronos antes que se aproximem do acampamento, no emaranhado de corredores do temido Labirinto de Dédalo – um interminável universo subterrâneo que, a cada curva, revela as mais aterrorizantes surpresas.

Título: Percy Jackson e o Último Olimpiano

Livro 5

Autor: Rick Riordan

Lançamento: 2009

Páginas : 384

Título Original: The Last Olympian

Tradução: Raquel Zampil

Gênero- Categoria: Infanto-Juvenil/Mitologia Grega

Editora: Editora Intrínseca

Sinopse: Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo Senhor do Tempo. Enquanto os olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem detê-lo. Nesse quinto livro da série, o combate que pode acarretar o fim da civilização ocidental ganha as ruas de Manhattan, e Percy tem a terrível sensação de que sua luta, na verdade, é contra o próprio destino. Revelada a sinistra profecia acerca do décimo sexto aniversário do herói, ele enfim encontra seu verdadeiro caminho.

Opinião do Bananas: Começando pelas capas, prefiro o design original (esse acima ilustrado) que é o que tenho na estante, não achei as novas capas bonitas e gosto do formato do original.

Referente a saga, Percy Jackson e os Olimpianos tem o público ao Infanto-Juvenil uma galerinha entre 10 à 15 anos mais ou menos, porém é tão divertido e cativante que até adultos são levados pela história.

Uma leitura super recomendada, de rápida compreensão, escrita simplificada, mas pode ser observado que houve uma grande pesquisa por trás da criação desses livros por terem fatos históricos bem explicados o que acaba atraindo a atenção e curiosidade da criança a aprender mais sobre Mitologia Grega.

Uma coisa que me incomodou bastante sobre o personagem Percy é que este é muito desligado, aluado pois há momentos em que a resposta ta literalmente na frente dele e o mesmo ainda se pergunta o que é…  Mas vejo que isso faz parte da construção do personagem. e por diversas vezes tive que me lembrar que se trata de uma leitura voltada para crianças.

04 bananinhas

 

 

 

Livros

Temporada de Acidentes – Moira Fowley-Doyle

Autora: Moira Fowley-Doyle

Lançamento: 2015

Páginas : 256

Título Original: The Accident Season

Tradução: Amanda Moura

Gênero- Categoria: Ficção Irlandesa.

Editora: Intrínseca

Sinopse: Acontece todo ano, na mesma época. Todo mês de outubro, inexplicavelmente, Cara e sua família se tornam vulneráveis a acidentes. Algumas vezes, são apenas cortes e arranhões. Em outras, acontecem coisas horríveis, como quando o pai e o tio dela morreram.A temporada de acidentes é um medo e uma obsessão. Faz parte da vida de Cara desde que ela se entende por gente. E esta promete ser uma das piores.

No meio de tudo, ainda há segredos de família e verdades dolorosas, que Cara está prestes a descobrir. Neste outubro, ela vai se apaixonar perdidamente e mergulhar fundo na origem sombria da temporada de acidentes. Por quê, afinal, sua família foi amaldiçoada? E por que eles não conseguem se livrar desse mal?

Uma narrativa sombria, melancólica e intensa sobre uma família que precisa lidar com seus segredos e medos antes que eles a destruam.

Opinião do Bananas:  A autora tem uma forma de escrita diferente que te leva a duvidar da realidade observada pelo personagem principal, que ora você não sabe se aquilo é real ou apenas imaginação da mesma.

O livro inteiro tem um ar de mistério, que mantém o leitor fixado e tenso durante a leitura. Bem como aspectos mais intrínsecos como a busca pessoal de respostas sobre si que todos os personagens aparentam ter, de forma que o leitor começa a questionar se essa busca pessoal é o que segura de certa maneira os personagens em seu próprio medo, assim atribuindo 100% do que acontece na temporada de acidentes.

Livro incrível e rápido de ler, adoro histórias diferentes, com uma pitada de sobrenatural.

A capa do livro é bem padrão, nada novo mas se bem observado pode notar que a imagem da moça de vestido vermelho mostra como se esta estivesse caindo para o desconhecido (a parte azul escuro), contudo se você vira o livro de cabeça para baixo é fácil visualizar que na verdade ela esta caindo de costas do Céu para a Terra. Como se já a capa quisesse mostrar que tudo é questão de ponto de vista, que uma situação pode ter  diversas explicações e nada é exatamente como observado.

A capa mais bonita que achei foi a UK, que dá uma sensação mais obscura e combina mais com a história: 

Então, brindemos à temporada de acidentes,

Ao rio que corre sob nossos pés, onde naufragamos nossa almas,

Aos hematomas e aos segredos, aos fantasmas no sótão,

Mais um brinde à estrada de água.

04 bananinhas